Quando se preparava para mais um discurso no estilo “passa moleque” que costuma adotar quando trata da Segurança Pública e seus servidores, Geraldo Alckmin foi novamente desmascarado em público pelo deputado Major Olimpio, assim que o Governador se dirigiu o púlpito para discursar na cerimônia de formatura de novos agentes penitenciários em São Paulo.

Desafiando e denunciando em seu tom habitual, Olimpio gritava que Alckmin “não vai deixar saudade”, que ele é “desrespeitoso com o povo de São Paulo” e chamou os atos do Governador de “covardia e vergonha”.

Olimpio lembrou do estado precário em que se encontram os profissionais de segurança pública que morrem nas mãos de criminosos, não são valorizados, muitos estão afastados por problemas de saúde e chegam a cometer suicídio. Famílias desamparadas e servidores em desespero.

O parlamentar denunciou que há quatro anos os servidores estão sem reajuste salarial e agora, Alckmin mandou para a ALESP um projeto que congela os salários por mais dois anos.

“É minha forma de protestar e vou continuar fazendo isso até que ele anuncie o reajuste” avisou Olimpio.