Major Olimpio protocolou na Procuradoria Geral da República, um pedido de afastamento do desembargador plantonista Favreto pelos crimes de prevaricação, abuso de poder por desvio de finalidade e usurpação de função pública.
Segundo Major Olimpio, Favreto praticou ato em desconformidade com a Lei, abusando do poder que lhe foi concedido para, com desvio de finalidade, satisfazer interesse pessoal, beneficiar seus correligionários e atender seu antigo superior hierárquico, o ex-presidente Lula.
“Tais fatos são mais que suficientes para suscitar impedimento e suspensão do referido Desembargador, e é necessário, ante tamanha aberração jurídica, que o Ministério Público Federal, atue como fiscal da lei, defensor da ordem jurídica e do regime democrática.”
E conclui: ”solicito desde já o afastamento cautelar do Desembargador até que sejam instaurados e concluídos os procedimentos cabíveis para análise das infrações penais cometidas, para que tais atos não venham novamente a macular o Poder Judiciário e violar o Ordenamento Jurídico Pátrio”.