PM divulga nota de repúdio à Globo por cena exibida em ‘Malhação’

Texto assinado pelo comandante-geral da corporação diz que a emissora “generalizou toda uma instituição”

A Polícia Militar de São Paulo divulgou uma nota de repúdio a uma cena exibida na terça-feira (30) em Malhação – Viva as Diferenças. O trecho em questão mostra os personagens Anderson e Tina sendo abordados por um oficial com uniforme cinza – semelhante ao da PM –, que trata o rapaz de forma preconceituosa.

Ao checar os documentos do casal, o intérprete do policial diz frases como ‘”o negão está falando aqui que namora com a japinha” e “mano é gente da tua cor” e leva os dois a um Distrito Policial. A cena termina com o personagem sugerindo uma ação violenta ao pai da garota, que nega a proposta. “O senhor tem certeza que não quer que a gente cuide do garoto?“, insiste o “policial”.

De acordo com a PM, o folhetim “generalizou toda uma instituição” ao exibir a cena. “Os feitos positivos da Polícia Militar paulista e as ações destemidas de seus integrantes são evidentes e sobrepõem-se, inquestionavelmente, aos desvios de conduta, que são pontuais. Cenas lamentáveis como induzir o telespectador a criar uma concepção falsa de sua polícia distorcem a realidade de sua essência de conciliação e abnegação”, diz o texto assinado pelo coronel Nivaldo Restivo, comandante-geral da corporação.

O deputado federal Major Olimpio (SD), membro da PM por 29 anos, também se manifestou contra a exibição da cena que, segundo ele, quis “induzir a dizer que todo policial seria racista, preconceituoso, violento na abordagem e corrupto”. Olímpio classificou o episódio como “ataque ao profissional de segurança pública” e protocolou uma representação contra a emissora na Procuradoria Geral da República e o no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Pela Web